Clínica Elkis Intervenção - Radiologia intervencionista
Tratamento de varicocele através da embolização é o método mais atual e inovador para tratar a varicocele.

CBR

SoBRICE

CIRSE

SIDI
Clínica de Radiologia Intervencionista Henrique ElkisMédico Especialista Dr. Henrique Elkis
Dr. Henrique Elkis . CRM: 97865 . Médico Radiologista Intervencionista e Cirurgião Endovascular
Tweetar
Enquete Elkis

Você já conhecia os benefícios da embolização de mioma?

Sim
Não
Gostaria de entender melhor

Como funciona?

A Radiologia Intervencionista ou Cirurgia Minimamente Invasiva atua em todas as áreas e órgãos do corpo humano.

Para isso os Radiologistas Intervencionistas fazem uso de um acesso percutâneo, ou seja, a punção de uma veia ou uma artéria, normalmente da virilha ou do braço, com anestesia local.
Os procedimentos
são realizados com
alta tecnologia.

Tratamentos de varicocele  


A varicocele é causada pela dilatação das veias que drenam o sangue dos testículos. Podemos dizer que são varizes das veias testiculares. Um dado considerado importante é a estreita relação entre a varicocele e a infertilidade masculina. Nem todo homem infértil tem varicocele e nem todo homem com varicocele é infértil. Mas a doença representa cerca de 40% dos casos da infertilidade masculina.

Segundo Dr. Henrique Elkis, a falta de hábito dos homens em realizar consultas periódicas agrava os problemas causados pela varicocele, já que tão antes a doença for diagnosticada e tradada maiores são as chances de cura.

Os tratamentos de varicocele são sempre cirúrgicos e são indicados àqueles que apresentam sintomas, infertilidade ou sinais de atrofia do testículo. A varicocele pode ser tratada de três formas: cirurgia aberta, cirurgia laparoscópica e embolização de varicocele. Abaixo, você conhecerá melhor cada um dos tratamentos e terá acesso a mais informações sobre a doença.

Os tratamentos de varicocele:
Cirurgia aberta: a cirurgia aberta é um procedimento simples, normalmente realizado com anestesia geral (em alguns casos com anestesia local). Dura 45 minutos e o paciente costuma ter alta no dia seguinte. Devido ao edema, indica-se o uso de um apoio para a bolsa escrotal durante alguns dias. O paciente deve evitar esforço físico por duas a quatro semanas e relações sexuais por 10 dias.

Cirurgia laparoscópica: é menos usada, pois possui tempo operatório maior e a alta hospitalar demora aproximadamente 48 horas. A única vantagem é o fato de a incisão ser menor.

Embolização de varicocele: é um processo não cirúrgico, semelhante a um cateterismo. Não é preciso anestesia geral (na maioria das vezes apenas sedação) e o procedimento dura apenas uma hora em média.

O tratamento de varicocele mais revolucionário de hoje em dia:
A embolização de varicocele é o método mais atual e inovador para tratar a varicocele. Trata-se de um procedimento minimamente invasivo, ambulatorial e que exige apenas anestesia local, proporcionando ao paciente a mesma eficiência da cirurgia, mas com um tempo de recuperação muito menor.

A embolização da varicocele é realizada por meio de uma pequena incisão na virilha, por onde um cateter é introduzido na veia femoral que faz um mapeamento venoso e detecta no testículo quais são as veias afetadas. Através deste cateter são injetadas substâncias embolizantes, que ocluem as veias alteradas impedindo o acúmulo de sangue. Finalizado o procedimento, o cateter é retirado e o paciente fica em observação por apenas algumas horas, recebe alta no mesmo dia e pode voltar à vida normal 24 horas depois, sendo necessário apenas evitar esforço físico.

Em pouco tempo, o paciente volta a produzir espermatozóides.
Mioma na menopausa
Quais exames detectam a infertilidade masculina?

Para o diagnóstico de infertilidade masculina, o médico deve levantar o histórico completo do paciente, realizar exame físico e solicitar um espermograma (análise seminal).

Em casos muitos específicos, o especialista pode precisar ainda de avaliação endócrina e hormonal, ultrassom escrotal, screening genético e biópsia testicular.









É possível tratar a varicocele mesmo em homens mais velhos?
É possível, sim, tratar a varicocele em homens com mais idade. O importante é fazer uma análise do sêmen para iniciar o tratamento da doença. Mas se o paciente não quiser ter filhos, não há com o que se preocupar. Pode conviver com a doença sem maiores danos.



A varicocele deve ser sempre tratada?
Nem sempre. A varicocele nem sempre traz repercussões na fertilidade masculina. (O mais importante na avaliação é o exame clínico, já que a varicocele que é vista somente pelo ultrassom, também chamada de subclínica) não tem indicação cirúrgica.



É possível prevenir a varicocele?
Não existe prevenção adequada. A varicocele já existente estabiliza-se ou progride independentemente de qualquer atitude conservadora por parte do paciente.



Quais são os sintomas?

Apesar de não produzir queixas na maioria dos pacientes, a varicocele pode determinar:

- Presença de veias dilatadas, visíveis e palpáveis na região escrotal;
- Dor escrotal em peso;
- Atrofia dos testículos e 
- Diminuição da fertilidade, independente do seu grau de desenvolvimento. 

Porém, vale explicar que nem todos os pacientes que possuem varicocele sofrerão danos à função testicular. 

Varicocele afeta a potência sexual?

Nem a presença de varicocele, nem seu tratamento clínico ou cirúrgico, afeta a libido, a ejaculação, a função erétil peniana (potência sexual), já que o dano causado afeta apenas a esfera reprodutiva.



Como a varicocele afeta a fertilidade?

A varicocele afeta a fertilidade por três motivos:

  • A elevação da temperatura escrotal pela dilatação e refluxo do sangue, altera a função das células germinativas dos testículos, produtoras dos espermatozóides.

  • As alterações da circulação venosa escrotal diminuiriam a concentração de oxigênio para as células germinativas.

  • O refluxo de sangue traria consigo substâncias tóxicas resultantes do metabolismo de outros órgãos, com efeitos deletérios sobre a função testicular.



A varicocele atinge homens que já tiveram filhos?
A varicocele atinge, sim, os homens que já tiveram filhos. Provavelmente porque já tinham a doença, mas ela não era tão grave a ponto de atingir a sua fertilidade. 


Os maus-hábitos de vida podem causar infertilidade?
Sim. O maior vilão é o cigarro que comprovadamente interfere na concentração do sêmen e diminui a chance de gravidez. O álcool, estresse, drogas e exercícios em excesso também atrapalham. O uso de roupas apertadas na região da bolsa escrotal e a obesidade são outros fatores prejudiciais.

É importante que os homens também fiquem atentos a alterações testiculares. Esse cuidado deve começar na infância, e um médico deve ser procurado quando houver qualquer mudança nos testículos. Além disso, ele não deve nunca tomar anabolizantes, que zeram a produção de espermatozóides e provocam alterações hormonais graves que podem durar por toda a vida.



Recomendação médica:
Dr. Henrique Elkis explica que apesar dos vários aspectos obscuros e controversos a respeito da varicocele, é inegável que o tratamento cirúrgico devolve a fertilidade a muitos pacientes. Portanto, se existir suspeita ou queixas compatíveis com a presença de varicocele, o correto é procurar um urologista para avaliação do caso.   Vale esclarecer ainda que a varicocele atinge mesmo os homens que já tiveram filhos. Provavelmente porque já tinham a doença, mas não era tão grave a ponto de atingir a fertilidade. 

 


Se você ainda está com dúvidas envie um e-mail para o Dr. Elkis.

Escreva aqui a sua dúvida

Nome*

Por favor me chame de...

Email *

Telefone Fixo *

Celular

Motivo do seu contato
Aneurisma
Câncer
Hipertensão Arterial
Infertilidade Masculina
Mioma Uterino
Quimioembolização Hepática
Varizes das Pernas
Outros
 


CopyRight © 2013 . DR. HENRIQUE ELKIS - Clínica de Radiologista Intervencionista . Cirurgia Endovascular - Todos os direitos reservados. | www.HenriqueElkis.com.br | BRASIL      Convert mkt
LiveZilla Live Help