Whatsapp Logo
Porque as mulheres tem mioma?
Clínica de Radiologista intervencionista
especializada em embolização.
Os procedimentos Endovasculares são realizados em ambiente hospitalar com equipamantos de última geração.

Porque as mulheres tem mioma?

A causa de surgimento do mioma (ou mioma uterino) é desconhecida, mas sabe-se que seu crescimento depende de fatores hormonais, diminuindo de tamanho após a menopausa.

Estudiosos acreditam que sua origem seja no miométrio, um músculo da parede do útero, o Dr. Henrique Elkis explica que o mioma é um tumor benigno que raramente vai evoluir para um câncer ou outro tipo de doença. O mioma é composto basicamente de músculo e tecido e a maioria das mulheres que têm mioma não apresenta sinais do problema.

Entrevista com o Dr. Henrique Elkis, falando sobre mioma.

O mioma pode ser hereditário?

Sim. Se há histórico de casos de mioma na família, ou diretamente com a mãe e irmãs você pode ser uma forte candidata a desenvolver o mioma. Isso acontece porque a mulher pode herdar características biológicas. Neste caso é importante observar os sintomas e ter um acmpanhamento médico.

Tratamento de mioma

mulheres-com-mioma-embolizacao-mioma

O tratamento do mioma deve ser individualizado e pode ser clínico, cirúrgico ou intervencionista.
Os tratamentos de mioma vem sendo aperfeiçoados e a embolização do mioma uterino é o tratamento menos prejudicial para a mulher pois preserva o útero e mantem o equilíbrio hormonal da mulher.

Dr. Henrique Elkis recomenda que você mantenha hábitos saudáveis para melhorar a condição do seu útero e evitar a formação dos miomas.

 

Quantas mulheres são afetadas pelo mioma?

Estima-se que entre 40% a 80% das mulheres na idade reprodutiva são portadoras de mioma e, destas, pelo menos um terço requer tratamento devido à presença de sintomas.

Em qual idade é mais comum o surgimento do mioma?

O mioma pode aparecer a partir da puberdade, mas as mulheres com idade entre 30 e 45 anos são mais propensas a desenvolver o mioma.

Onde o mioma se desenvolve na mulher?

O mioma surge no miométrio e pode crescer tanto dentro quanto fora do útero, além de apresentar diversas formas e tamanhos.

Qual perfil de mulheres apresenta maior incidência em desenvolver o mioma?  

As estatísticas mostram que o mioma é mais comum em mulheres negras, naquelas que ainda não engravidaram e em mulheres que apresentam condições associadas a altos níveis de estrogênio no sangue.

Quais os principais sintomas das mulheres com mioma?

Se a mulher sentir dificuldade ou muita vontade de urinar, notar aumento do fluxo menstrual, apresentar prisão de ventre e dificuldade para engravidar, a causa pode ser o mioma.

Como é feito o diagnóstico?

O médico pode diagnosticar o mioma em um exame de rotina onde a paciente irá relatar os sintomas listados acima, apalpando a região do útero e na realização de exames de ultrassom e ressonância magnética.

O mioma deve ser sempre tratado?

Não. O mioma só deve ser tratado quando causa problemas para a mulher, isto é, quando provoca sintomas.

É possível as mulheres se prevenirem contra o mioma?

Infelizmente não existe uma fórmula de prevenção contra os miomas. A recomendação é manter o peso saudável, pois a gordura libera mais estrogênio no corpo o que facilita o surgimento dos miomas e exercitar-se, pois diminui a gordura localizada no corpo.

O tratamento de mioma pode ser realizado em qualquer idade?

Sim. O tratamento de mioma pode ser realizado em qualquer idade e imediatamente após ser identificado, levando sempre em consideração o tratamento mais conveniente.

Qual o tratamento menos prejudicial para o mioma?

O tratamento de mioma mais inovador e menos prejudicial para a mulher é a embolização uterina. A técnica da embolização uterina é realizada sob anestesia local através da punção de uma artéria da virilha e com catéteres muito finos “entope-se” as artérias que irrigam o mioma com pequenas esferas. Após dois ou três ciclos menstruais, a paciente passa a menstruar normalmente. Você precisará ficar internada apenas um dia, não há cortes ou cicatrizes e poderá voltar rapidamente às suas atividades. Outro benefício da embolização uterina é o fato de a função uterina ser mantida e a gravidez pós-embolização uterina ser hoje muito comum. 

É possível que durante a gravidez o mioma apareça?

A associação entre mioma e gravidez ocorre em aproximadamente 0,13% a 7%. Nessa situação, o mioma pode determinar gravidez ectópica (quando o óvulo implanta em outro local que não a cavidade uterina), abortamento, parto prematuro, sangramento e dificuldades durante o parto. Cada caso deve ser analisado individualmente, para que se determine a necessidade de tratamento.

Fontes Bibliográficas

Se você ainda está com dúvidas envie um e-mail para o Dr. Elkis.

Sua mensagem

Nome

E-mail

Telefone fixo

Celular

Motivo do seu contato

 Aneurisma Câncer Hipertensão Arterial Infertilidade Masculina Mioma Uterino Quimioembolização Hepática Varizes das Pernas Outros