Clínica Endovascular especializada em
Embolização de mioma, embolização de fígado,
aneurisma cerebral e angioplastia da Aorta abdominal.
Os procedimentos Endovasculares são realizados em ambiente hospitalar com equipamantos de última geração.

Varicocele é uma das principais causas da queda da fertilidade masculina

Cerca de 40% dos casos de infertilidade é decorrência da doença.

Segundo dados da Organização Mundial de saúde (OMS) mais de 60 milhões de pessoas, na faixa dos 18 anos aos 35 anos, sofrem com algum problema de fertilidade. No Brasil, dois milhões de brasileiros – não conseguem ter filhos sem o uso de métodos anticoncepcionais -após um ano de relações sexuais com o mesmo parceiro.

Mais comum do que se imagina e independente do nível salarial ou do grau de escolaridade, as causas da infertilidade vão desde fatores femininos que contribuem em 30% dos casos, masculinos que influenciam em 30%, fatores associados ao próprio casal (masculino e feminino) com 30% das ocorrências, e sem causas aparente com 10%.  A idade da mulher é o que mais interfere nos processos de fertilização. Na faixa de 20 a 24 anos, a taxa de fertilidade de 86%, cai para 52% quando a mulher atinge a faixa dos 35 a 39 anos.

Mas os homens não estão isentos dos danos causados pela idade. Estudos recentes apontam que  homens – com mais de 40 anos de vida – podem apresentar alterações numéricas ou estruturais nos seus espermatozoides, aumentando as chances do filho nascer com autismo, esquizofrenia, Síndrome de Down, entre outras.  Os que desejam ter filhos precisam ficar atentos a preservação da própria fertilidade e buscar tratamento adequado quando perceber algum problema para engravidar a parceira.

Segundo especialista a varicocele é uma das principais causas da infertilidade masculina. Vários fatores podem influenciar negativamente o resultado da análise dos espermatozoides. Infecções, alterações genéticas, traumas, substâncias tóxicas, medicações são alguns exemplos. “Mas nada se compara à presença de varizes nos testículos que caracteriza o primeiro sintoma da varicocele”, conclui o especialista.

Embora a varicocele seja conhecida, até hoje existem inúmeras teorias para explicar o mecanismo que provoca a queda da qualidade do sêmen.  As mais aceitas falam que as varizes causam o refluxo do sangue nas veias, provocando a falta de oxigenação que aumenta a temperatura dos testículos. Por estarem fora do abdômen a dois graus a menos do que a temperatura do corpo os testículos sofrem com o refluxo que interfere na produção dos espermatozoides.

Geralmente as varizes nos testículos aparecem na adolescência sem nenhum sintoma. Somente na fase adulta que o homem sente os danos causados pela doença. Isso explica o fato da varicocele aparecer em 15% da população masculina e ser responsável por 40% dos casos de infertilidade na fase adulta. A confirmação do diagnóstico é feita com exames de imagens –  ultrassom testicular com Doppler – e quanto mais cedo o diagnóstico maior a chance de reverter os danos causados pela doença. Nos casos mais graves a cirurgia é a mais indicada, principalmente, para os pacientes que passam por tratamento de reprodução assistida. 

 

Fonte: JE Online