Clínica Endovascular especializada em
Embolização de mioma, embolização de fígado,
aneurisma cerebral e angioplastia da Aorta abdominal.
Os procedimentos Endovasculares são realizados em ambiente hospitalar com equipamantos de última geração.

Angioplastia arterial com stent

A angioplastia é uma técnica minimamente invasiva realizada com o intuito de desobstruir uma artéria do paciente. Para a  realização da angioplastia não são necessários cortes ou pontos na pele. Essa  técnica de radiologia intervencionista é realizada por punção e utiliza um minúsculo balão na  ponta de um catéter, que é insuflado dentro da artéria obstruída com placas de gordura e sangue, restituindo o fluxo sanguíneo. Em alguns casos é necessário a  utilização de um canudo metálico chamado stent que impede que a placa de gordura volte a obstruir a circulação.

Como é feita angioplastia de arterial?

A angioplastia é uma intervenção endovascular que com o auxilio de um stent que dilata a artéria obstruída.
Veja nesta foto como é o procedimento de angioplastia:

Angioplastia de Arteria Entupida

Angioplastia de Artéria Entupida


O que são as artérias?

Artérias são vasos que levam o sangue limpo do coração para o resto do corpo, enquanto as veias levam o sangue utilizado por órgãos e tecidos de volta para o coração.

O que é uma obstrução arterial?

Uma obstrução arterial ou aterosclerose é uma doença que afetam diretamente as artérias. Em alguns casos as artérias  se estreitam ou ficam obstruídas por placas  gordura e colesterol. Dependendo do órgão acometido (Membros superiores ou membros inferiores) pode levar paciente a quadros extremamente complicados como infarto do miocárdio, isquemia relativa ou absoluta de membros e até mesmo um acidente vascular cerebral.

Por este motivo e risco, após diagnóstico o paciente necessita iniciar o tratamento clínico com medicamentos e mudar sua rotina aderindo uma vida mais saudável. Quando o caso da obstrução arterial esta mais grave é necessário uma intervenção para desobstruir a artéria e para que o fluxo sanguíneo volte ao normal.

A angioplastia consegue desobstruir a artéria?

Na maioria das vezes sim. A angioplastia com ou sem stent é um procedimento eficaz e minimamente invasivo. Sem cortes, pontos e cicatrizes. 

Como é feito o diagnóstico da obstrução arterial?

O diagnóstico é feito pela Clínica através de exames laboratoriais. Dores nas pernas ao andar ou ao repousar são sintomas que podem indicar obstruções arteriais.

Como é feita a angioplastia?

A Angioplastia é uma técnica Intervencionista que consiste na desobstrução de artérias com a utilização de catéteres. A grande vantagem da angioplastia é que a técnica dispensa cortes ou pontos na pele. Por uma punção com agulha delicada, geralmente da artéria femoral, se introduz um fio-guia e um catéter, passando o local da lesão e, através deste, coloca-se o a balão, que quando insuflado, abre a luz do vaso tratado restaurando o fluxo em seu interior. Para desobstrução destas artérias utilizam-se balões de angioplastia e stents.

Veja neste vídeo como é feita a angioplastia arterial

Quais os tipos de angioplastia?

Existem diversas complicações arteriais que angioplastia atende, veja algumas: 

  • Angioplastia das artérias coronárias
  • Angioplastia de artérias da perna para pacientes com insuficiência arterial crônica e aguda de membros inferiores
  • Angioplastia de artérias renais para pacientes com hipertensão renovascular ou nefropatia isquêmica
  • Angioplastia de artéria carótida para pacientes com estenose carotídea
  • Angioplastia de veias com estenose para tratar fístulas artério-venosas de diálise sem fluxo adequado.

Existem riscos durante uma angioplastia?

Como qualquer procedimento médico, riscos sempre existem. Porém os riscos de uma angioplastia são muito baixos.
Mas devem ser do conhecimento paciente que irá optar pela angioplastia:

  • Baixo risco de reação alérgica ao contraste radiológico
  • Danos a algum vaso sanguíneo
  • Arritmia cardíaca (controlável)
  • Baixo risco de AVC (acidente vascular cerebral)
  • Baixo risco de Insuficiência renal (o maior risco ocorre entre pessoas que possuem problemas renais antes do procedimento cirúrgico)
  • Baixo risco de obstrução do fluxo sanguíneo a determinada região do coração
  • Baixo risco de sangramento da área onde é introduzido o cateter.
  • Raríssimo risco de Óbito 

 

Como prevenir complicações após a angioplastia ?

Os pacientes devem seguir uma dieta regrada direcionada por uma nutricionista. Praticar exercícios com acompanhamento, abandonar o tabagismo e reduzir o stress.

Possivelmente o médico Intervencionista irá receitar algum medicamento que reduza os níveis de colesterol.

Mantenha uma vida saudável e ativa e os riscos de outras complicações arteriais serão minimizados. Entretanto mantenha o acompanhamento médico.

 

Se você ainda está com dúvidas envie um e-mail para o Dr. Elkis.

Sua mensagem

Nome

E-mail

Telefone fixo

Celular

Motivo do seu contato

 Aneurisma Câncer Hipertensão Arterial Infertilidade Masculina Mioma Uterino Quimioembolização Hepática Varizes das Pernas Outros
captcha