Clínica Endovascular especializada em
Embolização de mioma, embolização de fígado,
aneurisma cerebral e angioplastia da Aorta abdominal.
Os procedimentos Endovasculares são realizados em ambiente hospitalar com equipamantos de última geração.

Aneurisma da Aorta Abdominal

A Aorta Abdominal é a maior artéria do nosso corpo. A aorta vem do coração formando um arco que viaja para baixo através do tórax e região abdominal. Os aneurismas podem se desenvolver em qualquer lugar do corpo, ao longo de seu comprimento, mas são mais comuns na seção de passagem através do abdômen, o restante pode ocorrer na seção peito.

O aneurisma da aorta abdominal é uma doença degenerativa que se não descoberta precocemente pode levar até a morte. Quanto mais cedo for diagnosticado maior é a chance de cura.

O Aneurisma da Aorta Abdominal (AAA) é uma doença que pode ser fatal. A dilatação da aorta pode causar a sua ruptura, causando uma hemorragia interna muito severa, estado de choque ou até a morte. É a terceira causa de morte súbita em homens acima dos 60 anos nos Estados Unidos. No Brasil, não há dados da real incidência dos AAAs.

Quais os tratamentos para o Aneurisma da Aorta Abdominal e qual o tratamento mais indicado?

A cirurgia endovascular, vem sendo muito utilizada no mundo todo, é uma cirurgia menos invasiva e seus resultados são mais rápidos que o procedimento convenional.

Essa técnica endovascular é indicada a pessoas que não podem fazer cirurgia com cortes por motivos de saúde. O procedimento é realizado por meio de duas pequenas incisões na virilha, sem necessidade de abrir o abdômen, isso reduz o risco de mortalidade e outras complicações mais graves como cardiopulmonares e renais são menos frequentes no procedimento endovascular.

Também existe o método convencional, onde o tratamento da Aorta Abdominal depende das características do aneurisma. Um médico especialista avaliará e dirá qual o melhor tratamento. A cirurgia convencional é um procedimento seguro e com o resultado positivo. As desvantagens do tratamento cirúrgico são: a abertura no abdômen, a anestesia geral, o risco da necessidade de transfusão de sangue e a permanência no CTI (Centro de Terapia Intensiva) por um período maior e a volta às atividades normais do dia-a-dia também pode demorar mais.

Cirurgia-aneurisma-aorta-endoprotese-stentSintomas de Aneurisma de Aorta Abdominal

O aneurisma da Aorta Abdominal, normalmente, não causa nenhum tipo de sintoma. Caso a pessoa seja mais magra é possível sentir que existe alguma pulsação fora do comum ao colocar a mão sobre o abdômen.

Um médico especialista pode detectar essa pulsação com mais facilidade. Se houver muita gordura ele pode não detectar o aneurisma, neste caso o médico irá solicitar alguns exames.

Quais são os sintomas do Aneurisma da Aorta Abdominal?

O aneurisma da aorta, normalmente, não apresenta  nenhum  sintoma e só é detectado com a morte súbita por ruptura, por isso a necessidade de exames de rotina.

Caso a pessoa seja mais magra é possível sentir que existe alguma pulsação fora do comum ao colocar a mão sobre o abdômen. Um médico especialista pode detectar essa pulsação com mais facilidade. Se houver muita gordura o médico precisará solicitar alguns exames.

Causas da Aneurisma da Aorta Abdominal?

A causa deste tipo de aneurisma ainda é desconhecida, mas os fatores de maior risco ainda está ligados aos vícios e hábitos alimentares, que podem colaborar no desenvolvimento de um aneurisma da aorta, além disso a aneurisma é mais comum entre os homens, conheça algumas causas:

  • Fumo / tabagismo
  • Pressão alta
  • Colesterol alto
  • Efisema
  • Obesidade
  • Alcoolismo
  • Gastrite
  • Mais frequente no sexo masculino
  • Fatores genéticos

Exames para identificar a Aneurisma da Aorta Abdominal

Em um exame de rotina seu médio poderá identificar alterações que possam avaliar a quantidade de massa abdominal ou abdômen duro e até mesmo uma pulsação diferente na região do abdômen. Com estas avaliações em consultório o médico poderá encaminhá-lo para realizar exames mais detalhados como: ultrassom abdominal ou tomografia computadorizada do abdômen.

Através destes exames será possível avaliar se realmente existe um quadro de aneurisma da Aorta Abdominal em desenvolvimento e que possa complicar a saúde do paciente.

Se você está acima do peso, sente seu abdômen pulsar, ou se ele está muito rígido, procure um médico especialista no assunto para fazer uma avaliação.

Aneurisma da Aorta Abdominal – Cirurgia Endovascular

A Aneurisma da Aorta Abdominal

Um aneurisma de aorta desenvolve-se na aorta, a maior artéria do nosso corpo.

A aorta sobe do coração formando um arco e depois viaja para baixo através do tórax e região abdominal.

Os aneurismas podem se desenvolver em qualquer lugar do corpo, ao longo de seu comprimento, mas são mais comuns na seção de passagem através do abdômen, o restante pode ocorrer na seção peito.

O aneurisma da aorta abdominal é uma doença degenerativa que se não descoberta precocemente pode levar até a morte. Quanto mais cedo for diagnosticado maior é a chance de cura.

Como é feito o diagnóstico do Aneurisma da Aorta Abdominal?

As dores causadas pelo Aneurisma da Aorta Abdominal são um diagnóstico útil, mas infelizmente aparecem tardiamente. No entanto, em muitos casos os aneurismas são assintomáticos e diagnosticam-se por casualidade durante um exame físico sistemático ou quando se efetuam radiografias por algum outro motivo. Um exame de radiografia do abdômen pode diagnosticar um aneurisma. Já num exame de ecografia poderá aparecer o tamanho do aneurisma mais claramente. A tomografia também diagnostica o aneurisma no abdômen com um simples RX.

Existem tamanhos diferentes de Aneurisma da Aorta Abdominal?

Sim. Os tamanhos podem ser variáveis em centímetros ou milímetros. Quando um aneurisma passa de dois centímetros de diâmetro é considerado de grande calibre, já um aneurisma pequeno tem apenas alguns milímetros. Mas há pacientes que apresentam aneurismas de 6 cm de diâmetro e o risco de ruptura é mais grave. O crescimento acelerado do aneurisma é de mais de 10% do volume em apenas um ano.

Quais os cuidados do pré e pós-operatório?

Os pacientes que são submetidos ao tratamento endovascular, geralmente ficam em observação no hospital de 2 a 3 dias, logo no primeiro dia de pós-operatório o paciente pode começar a ingerir alimentos e pode ser estimulado a caminhar. Quando o paciente receber alta ele não poderá dirigir até que seu médico permita. Existem alguns casos que o paciente é orientado a não pegar peso por aproximadamente de 4 a 6 semanas. Já a consulta pós-operatório acontece entre 7 a 10 dias.

O acompanhamento do paciente depois do pós-operatório é de extrema importância no tratamento endovascular. Geralmente o paciente é submetido a novos testes de 1 a 6 meses após o procedimento, para testificar que a endoprótese está em pleno funcionamento. Logo após o primeiro ano pós-operatório o acompanhamento passa então a ser definidos de acordo com os sintomas presentes no paciente.  
Consulte sempre um médico especializado e da sua confiança, ele indicará o melhor tratamento para seu caso.

Fontes Bibliográficas

Se você ainda está com dúvidas envie um e-mail para o Dr. Elkis.

Sua mensagem

Nome

E-mail

Telefone fixo

Celular

Motivo do seu contato

 Aneurisma Câncer Hipertensão Arterial Infertilidade Masculina Mioma Uterino Quimioembolização Hepática Varizes das Pernas Outros
captcha